Mais Beiras Informação

Diretor: Paulo Menano

Fundão vai construir um Monumento à Fraternidade e aos Direitos Humanos

Realizou-se, no dia 30 de julho, sexta-feira, pelas 11h30, na Casa das Memórias António Guterres, nas Donas, a assinatura de um protocolo entre o Município do Fundão e a Associação Humana Fraternitas para a construção de um Monumento à Fraternidade e aos Direitos Humanos no concelho do Fundão.

Este protocolo surge no âmbito do ciclo comemorativo do 75º aniversário da Carta das Nações Unidas, dado o Fundão situar-se numa latitude bastante aproximada do local onde foi erguida a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, e no seguimento de uma petição pública dirigida à Assembleia da República para a comemoração do 75º Aniversário da ONU com a edificação de um Monumento à Fraternidade e que foi aceite pela Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

A construção do Monumento à Fraternidade Universal e aos Direitos Humanos pretende ser um instrumento inspirador de ideias e comportamentos fomentadores de tolerância e paz, concomitantemente com a defesa dos Direitos Humanos consagrados na Declaração Universal da ONU.