Mais Beiras Informação

Diretor: Paulo Menano

CIM-BSE associa-se na divulgação de iniciativas para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) associa-se ao Centro de Formação, Assistência e Desenvolvimento da Guarda (CFAD) e à CooLabora, na divulgação de iniciativas para a Eliminação da Violência Doméstica contra as Mulheres.

Dentro das iniciativas destacam-se as seguintes ações:

– O Centro de Formação, Assistência e Desenvolvimento da Guarda (CFAD) no qual está inserido o Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica (NAV) tem contribuído para a melhoria do bem-estar das vítimas de violência doméstica do distrito da Guarda.

O NAV garante às Vítimas de Violência Doméstica, um atendimento personalizado e posteriormente acompanhamento adequado às suas necessidades, disponibilizando apoio social, acompanhamento psicológico e atendimento jurídico realizados por uma equipa multidisciplinar.

– O projeto Rasgar Silêncios promovido por uma parceria coordenada pela CooLabora, com o Município da Covilhã, a Quarta Parede e a Universidade da Beira Interior, é também o título de uma peça sobre a violência contra as mulheres que estreará dia 25 de novembro, às 21h30 e terá duas outras apresentações no dia 26 de novembro: às 11h e às 15h, no Teatro das Beiras. O espetáculo foi criado pela Quarta Parede, a partir das narrativas autobiográficas das sobreviventes.

O Rasgar Silêncios é uma ação destinada a mulheres sobreviventes de violência doméstica e de género. Está organizado em torno de oficinas coletivas de escrita autobiográfica nas quais as mulheres têm a oportunidade de reorganizar as suas memórias, reinterpretar experiências traumáticas e dar voz a silêncios que muitas vezes consideravam indizíveis.

Este projeto teve início em março de 2019 e terminará em fevereiro de 2022. É financiado pelo Programa Cidadãos Ativ@s / Active Citizens Fund, gerido em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a Fundação Bissaya Barreto.

O Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres assinala-se anualmente a 25 de novembro, data instituída pela Resolução 52/134 das Nações Unidas (ONU). O seu propósito é alertar para este grave problema que atinge as mulheres, tanto em sua casa como no local de trabalho, quer a nível psicológico ou físico. É fundamental refletir sobre esta problemática social, sensibilizar a sociedade e responsabilizar todos/as os/as cidadãos/as para a denúncia uma vez que se trata de um crime público. É obrigação de todo/as denunciar.

É, também essencial reconhecer as marcas profundas que este crime provoca nas vítimas diretas, mas também naqueles/as que vivem envolvidos/as nesse mundo de violência, nomeadamente as crianças e jovens.

A data celebra-se anualmente, com o intuito de alertar para um problema que atinge mulheres de todo o mundo, há demasiado tempo.

Fonte: CIM Beiras e Serra da Estrela