Mais Beiras Informação

Diretor: Paulo Menano

Plantel do Tondela em isolamento desde terça-feira, jogo Tondela-Moreirense adiado

O plantel e a equipa técnica do Tondela estão em isolamento profilático desde terça-feira, devido a um surto do coronavírus SARS-CoV-2, anunciou o clube da I Liga de futebol.

“O CD Tondela vem por este meio informar que recebeu a indicação por parte da Direção-Geral da Saúde que todo o plantel e equipa técnica está, desde ontem [terça-feira], em isolamento profilático”, informou o clube, no sítio oficial na internet.

Antes da 12.ª jornada, frente ao Sporting, o treinador, Pako Ayestarán, já tinha testado positivo ao vírus SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, e, nos testes regulares que antecedem os jogos, também o guarda-redes Babacar Niasse, o central Manu Hernando e o avançado Salvador Agra tiveram testes positivos.

O encontro entre Tondela e Moreirense, da 13.ª jornada da I Liga, que deveria ocorrer no sábado, foi adiado para 03 de janeiro de 2022, devido ao surto de covid-19 nos ‘beirões’, anunciou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

“O Tondela solicitou à Liga de clubes o pedido de adiamento do jogo com o Moreirense, depois de a Administração Regional de Saúde do Centro ter determinado que toda a equipa ‘deve ser considerada de alto risco e deverá ficar em isolamento profilático’”, informa o organismo, em comunicado publicado no sítio oficial na Internet.

“Este pedido [de adiamento do jogo], com o qual o Moreirense concordou, teve também resposta positiva por parte da Liga Portugal, que, após ouvir os dois clubes, decidiu reagendar o jogo para 03 de janeiro”, conclui o organismo presidido por Pedro Proença.

Após a deslocação ao Estádio José Alvalade (derrota por 2-0), o guarda-redes Pedro Trigueira, que foi titular frente ao Sporting, assumiu na conta oficial na rede social Facebook que tinha testado positivo ao vírus e que se encontrava bem.

Também Ricardo Alves faz parte da lista do boletim clínico do clube como um dos atletas do Tondela infetado pelo coronavírus, contabilizando assim um total de cinco jogadores, mais o técnico principal.

A covid-19 provocou pelo menos 5.206.370 mortes em todo o mundo, entre mais de 261,49 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.441 pessoas e foram contabilizados 1.147.249 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

 

Fonte: Lusa